sábado, 14 de outubro de 2017

ANÚNCIOS DE SERESTEIRO




Imagem Google



ANÚNCIOS DE SERESTEIRO
Ysolda Cabral 



Ao som das Ondas do Mar, 
a Brisa, mãe do Vento,
suavemente embalou o Dia
que hoje quis dormir mais cedo. 


Ao som dos passarinhos,
o Sol se recolheu de mansinho,
e a noite chegou trazendo a Lua cheia.
Anunciou o galante Seresteiro!


E ele começou a cantar uma linda canção,
que dizia assim: " É tão calma a noite,
a noite é de nós dois"...


Deixei para dormir muito depois!


**********

Praia de Candeias-PE
14.10.2017
Apenas Ysolda 
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor.

Para escutar a canção de fundo, acesse:


Código do texto: T6142616 
Classificação de conteúdo: seguro

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

PÁSSARO NÃO IDENTIFICADO





PÁSSARO NÃO IDENTIFICADO
Ysolda Cabral


Na minha janela o Céu e o Mar
de um azul límpido e plácido.

De repente, bem na hora do clique;
Um pássaro!...
Um pássaro não identificado.

Seria um pombo-correio?
Que notícias me traria?...
Em sorrisos e saudades, falaria?

Ou, uma oportunista e velha gaivota,
a espreita para depois contar lorotas?
Sorri agradecida pela foto.

**********

Praia de Candeias-PE
13. 10.2017 (sexta-feira treze)
Apenas Ysolda
Uma pessoa que chora e ri de alegria,
tristeza, ou saudade, sem pudor. 

Para escutar a canção de fundo, acesse: 


* Jamais pensei que ao chegar na janela para fotografar o dia, que está lindo por demais, fosse conseguir uma foto assim. Adorei! 


Código do texto: T6141310 
Classificação de conteúdo: seguro

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

MAX NUM MOMENTO DE LUZ




Cadeirante fotografado por Maxwell 

_________________________


MAX NUM MOMENTO DE LUZ
Ysolda Cabral




Na Fiscalização Integrada – FPI, (Crea-PE Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária), realizada hoje num hotel cinco estrelas famoso, da região metropolitana do Recife, cuja direção pretende fazer uma grande reforma em futuro próximo; o fiscal Maxwell ficou fascinado e encantado com as instalações da cozinha do referido estabelecimento comercial. Sua fascinação foi tanta que quase perdia o foco, o objetivo da fiscalização.

E, a imaginar o que seria cozinhar naquele espaço tão bem equipado, arejado, bonito e com vista para o Mar, ao invés de andar de carro, num calor de mais de 30 graus, diariamente, em fiscalizações que, por mais eficientes e orientadoras, o resultado quase sempre deixa a desejar.

O seu deslumbramento foi tão visível, - eu acho -, que o cozinheiro chefe lhe presenteou com uma touca de ajudante de cozinha.

Fiscalização concluída, lá vinha o nosso bom e sonhador fiscal, de volta ao Crea, e, ao cruzar a Avenida Agamenon Magalhães, com a Conde da Boa Vista, ficou indignado, revoltado ao ver um cadeirante que aguardava o ônibus, em plena avenida, arriscando a sua vida por conta da falta de acessibilidade na respectiva parada. Sem pensar duas vezes, ou por força do hábito, fotografou àquilo que se poderia chamar de ''morte anunciada''.

Quando chegou ao Crea pensando se não valeria à pena mudar de profissão, colocou a touca e começou a pesquisar na Internet a culinária francesa.

Aproximei-me dele e perguntei:

- Max, você sabe cozinhar? E, ele respondeu; “sei fazer ovo frito e assar queijo. Contudo, estou disposto a aprender, assim terei uma profissão, caso eu não suporte mais ver as ''mortes anunciadas,'' que vejo todo santo dia e nenhuma providência é tomada.’’

Como contra fatos não há argumento, o fotografei no seu momento de luz.


Maxwell fotografado por mim

**********

Praia de Candeias-PE
Em pró da acessibilidade
11.10.2017
Apenas Ysolda 
Uma pessoa que chora e ri alegria,
tristeza,ou saudade sem pudor. 

Código do texto: T6139704 
Classificação de conteúdo: seguro

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

SE TOQUE



Imagem Google 


SE TOQUE
Ysolda Cabral

O corpo é todo seu...
Ele guarda a sua alma,
até quando Deus quiser.

Cuide dele com calma,
e com atenção se toque,
para não antecipar a sua morte.

Afinal, a mais bela e perfeita 
criação de Deus é a mulher.
Portanto, não abuse da sorte! 

**********

Praia de Candeias -PE
Lembrando você da importância da 
prevenção contra o câncer de mama.
Outubro Rosa
05.10.2017
Apenas Ysolda

Código do texto: T6133943 
Classificação de conteúdo: seguro

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

UM POUCO MAIS DE MIM



Eu, pelas lentes de minha filha Yauanna



UM POUCO MAIS DE MIM 
Ysolda Cabral



Sempre fui uma pessoa pouco observadora, muito na minha, franca, correta, com senso de justiça aprimorado, destemida, alegre e muito bem-humorada. Resumindo; uma pessoa com poucas “encucações”. 

Nunca gostei de sair para festas, visitar alguém, e/ou sair para ''shoppingcentear''. Gostava muito de viajar e viajei um bocado. Conheci todas as principais capitais brasileiras, e certa ocasião até cheguei a prolongar uma viagem de férias do trabalho para conhecer o Uruguai, Paraguai e a Argentina, porém parei por aí.

A bem da verdade é que sempre gostei de estar em minha casa, não sei se porque comecei a trabalhar muito cedo... O fato é que o ponto alto do meu dia, até a data de hoje, é chegar em casa. - Nossa, que coisa boa é estar em casa! E, falo nos dois sentidos – a casa simples de alvenaria, e a ''casa'' sem vaidade, onde mora a minha alma de aura clara e sem maldade.

Casei, tive uma filha – meu presente de Deus - e depois de 24 anos de casamento me divorciei sem complicações, brigas e sem duvidar da minha decisão. - Claro que me casei para ficar casada ''até que a morte nos separasse'', mas a Vida nos reserva surpresas e ensinamentos importantes para que nunca a gente pense que pode fazer dela o que entender de fazer. A Vida é como ela é, e não adianta querer mudar o rumo da prosa. Planejar até que a gente planeja, sonha, luta e, de repente, nota que pouco ou quase nada adiantou. 

De qualquer forma o importante é ter coragem de olhar para dentro de nós mesmos e ver, com clareza e honestidade, o que de fato temos para oferecer de bom – como educação, conhecimento, disposição para o trabalho, generosidade, humildade, respeito, compreensão, bom humor, amor ao próximo e fé... Se faltar algum desses itens convém, pelo menos, tentar adquirir enquanto ser vivente neste mundo de meu Deus.

Posso não ter aprendido muita coisa para melhorar, crescer como pessoa, como ser humano, contudo não piorei com o passar do Tempo.

Gosto de mim exatamente do jeito que sou e, com certeza, sou minha maior fã. 

**********

Praia de Candeias-PE
Em divagações aleatórias
02.10.2017
Apenas Ysolda 

Coloquei até fundo musical!
Para escutar, acesse:
http://www.ysoldacabral.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=6131311

Código do texto: T6131311 
Classificação de conteúdo: seguro

domingo, 1 de outubro de 2017

A FLOR DE CLIPS






A FLOR DE CLIPS
Ysolda Cabral 



Ela é rosa, contornada de preto.
Nem o seu caule é verde!
Não tem folhas,
mas, foi projetada para elas;
as folhas de papel...
- Ah, esquisita flor de clips!
Que fazes aqui?

Com a aparência de uma margarida,
agradece por não ser, - eu acho!
Se fosse, suas pétalas não durariam.
Muita gente iria querer dela extrair 
o bem-me-quer e banir o mal-me-quer.
Depois ficar a lhe sorrir...

A flor de clips fica em minha mesa,
como se mesa de trabalho fosse jardim.
Há anos e anos está comigo,
sem serventia alguma,
Tenho que admitir!...

Mas, bem que poderia ter!
Quem sabe seguir numa carta,
com destino ignorado,
conteúdo inusitado e desconhecido?
Estaria indo para longe de mim!

Com delicadeza a seguro em minha mão,
fico pensando que destino terá,
quando eu não estiver mais aqui..
Lhe fotografo com certo carinho,
agradeço a sua companhia,
sem nada ter a proferir,
e a devolvo para o lugar onde estava, 
mas, sei que lhe darei um fim.

**********

Praia de Candeias-PE
Apenas Ysolda 

Para escutar o fundo musical, acesse: 

Código do texto: T6129981 
Classificação de conteúdo: seguro

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

ELA NÃO GOSTA DE FESTA


Chris, fotografada por mim enquanto
almoçavámos hoje no Tachos e Panelas.


ELA NÃO GOSTA DE FESTA
Ysolda Cabral



Sexta-feira com tempo firme no Recife, e muita vontade de aproveitar o final de semana, fez a Chris confirmar sua presença na festa de aniversário de três anos do filho do Diogo, o Lukinha, que na realidade já fez aniversário no último dia 21. - Até já ganhou o nosso presente!

Mas, enfim, a nossa colega quer porque quer ir a uma festa neste final de semana...

- “Onde vai ser a festa, Diogo?”
- “Lá em casa mesmo,Chris!” Respondeu Diogo, com toda a tranquilidade que lhe é peculiar, porém acrescentando que não seria exatamente uma festa, apenas um bolinho para cantar os parabéns.

- “Eu vou, mesmo que não tenha bolo algum!” Assegurou nossa querida colega que anda sorrindo a toa, depois que fez um clareamento com a maravilhosa Dra. Ana Maria Lima.

Anotou cuidadosamente o endereço e foi conferir a melhor maneira de chegar à festa posto que, desde que decidiu vender o carro, devido ao medo que sente de dirigir no trânsito maluco do Recife, anda as voltas com táxi, Uber, ônibus, metrô, carona… Como a última opção não seria viável, - ninguém mais havia confirmado presença no aniversário -, resolveu fazer uma estimativa de quanto ficaria para ir de Uber. - Fora de cogitação, pois mesmo usando essa opção de transporte, sua ida até a casa do aniversariante sairia cara demais, isto sem considerar a volta. 

- “Diogo, que ônibus eu pego para ir até a sua casa amanhã?”...

E foi então que a ficha caiu e caiu para todos nós: o nosso coleguinha foi morar longe demais.- Que coisa! Precisava ir morar tão distante?!

Para chegar a sua casa, Chris teria que pegar uns três ônibus, no mínimo, e se saísse de casa umas duas horas antes, caso contrário chegaria muito depois dos parabéns e, com certeza, nenhum pedacinho de bolo teria para ela.

Já sentíamos dó da colega de trabalho, e raiva do colega por ter ido morar tão longe; quando ela nos surpreendeu com a seguinte declaração:

- “Diogo, avise a sua esposa que vou com você hoje! Durmo na sua casa, e assim não perco a festa de aniversário do seu filho.”

- É mole? Não convido nunquinha a Chris para uma festa em minha casa.

- Moro mais longe que Diogo!

**********

Recife-PE
em 29.09.2017
Apenas Ysolda 


Código do texto: T6128420 
Classificação de conteúdo: seguro